Farsa no aluguel de imóveis: Como se proteger para não ser enganado.

Você está planejando férias com sua família, quando recebe uma oferta de uma casa que está para aluguel. O preço está bom, a casa parece ser linda e o preço está dentro do seu orçamento, apesar de estar próximo da data das comemorações da sua viagem. O dono da casa pede, como garantia, que você deposite metade do valor combinado, e o restante após a viagem. Você deposita?

Se sim, tenho uma péssima notícia para você: Você poderia ter caído em um golpe. Muitas pessoas usam dessa artimanha, pegando fotos falsas e vendendos casas que não existem, ou que não as pertencem, para ganhar dinheiro em cima de pessoas que estão procurando algum lugar para passar um feriado e estão com pouco tempo para checar a veracidade da oferta. E você não seria o único, visto que isso é um golpe que vem acontecendo cada vez mais vezes, atingindo muitas famílias. Esse tipo de farsa costuma acontecer mais quando o contrato é feito diretamente entre o “proprietário” e o cliente, pois acaba se tornando uma fonte mais fácil para enganar, visto que o mesmo envia os dados para depósito por aplicativos como o Whatsapp e depois some. Além disso, como mencionado anteriormente, as vítimas que costumam cair nesse tipo de fraude são as que não podem ir verificar o imóvel com antecedência, então casas em destinos que ficam distantes são as que mais costumam entrar nesse perfil.

Como faço para me prevenir?

Existem diversas maneiras de evitar ser pego nesse tipo de fraude e garantir que você aproveite sua viagem da forma mais proveitosa possível. A primeira e mais garantida é ir até o imóvel que você está alugando para conferir se o dono é mesmo quem está dizendo, se a casa oferece o que estão prometendo e se acomoda todos os viajantes. Não é fora do normal chegar e ver que aquela casa que prometeu dois andares e acomodar duas famílias só tenha um andar, e acomode poucas pessoas. Caso você não consiga fazer essa visita, é sempre mais seguro realizar o aluguel através de uma imobiliária. E se o proprietário não quiser marcar essa visita, pode ter certeza que algo de errado está acontecendo.

Além disso, outro caminho para garantir que você está num processo honesto é sempre fazer através de sites que sejam conhecidos, ao invés de confiar em contatos que alguém do Whatsapp passou, por exemplo, que não dá pra ver o histórico de outros clientes que utilizaram o serviço. Ter acesso à avaliação de outros clientes ajuda a validar que a casa realmente atende o que promete, pois a experiência de outras pessoas ajuda na tomada de decisão. E por fim, verifique se a casa tem proximidade com locais de interesse, como padarias e supermercados, e se a área é segura, para evitar maiores problemas, assim como a distância do local até os pontos de interesse da sua viagem, como locais que você deseja visitar. Algumas vezes, para conseguir valorizar o imóvel, os proprietários colocam que o local fica mais próximo da praia do que ele realmente é, por exemplo, e sua expectativa de ter um fim de semana indo a pé para a praia pode se tornar uma experiência frustrante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe:

Outros Posts

Pedidos rejeitados indevidamente

Pedidos rejeitados indevidamente são aqueles cujo cliente, que teve o pedido rejeitado, mantem histórico positivo no mercado após ter sido rejeitado em sua empresa. Frequentemente

Leia mais »