A importância de conhecer seu cliente

 

A importância de conhecer seu cliente

Por Kelly Almeida – Comercial na B2e Group

A inclusão digital, não somente para comunicação pessoal mas como canal entre clientes e empresas nos trouxe diversos benefícios, porém ficamos com duas perguntas delicadas para trabalhar, que são: “Quem é você?” e “Você é mesmo quem diz ser?”.

As facilidades e a agilidade que todos nós ganhamos com a era digital nos trouxe também a preocupação em validar as informações que recebemos para diversos fins, principalmente financeiros e legais.

 

Para o primeiro passo, que é saber quem é o seu cliente, não existem regras ou a necessidade de validar a informação que a empresa recebe. São informações para simples conferência e ações de marketing/relacionamento. Obviamente que quanto mais a empresa puder cruzar sua base e entender quem é seu cliente, mais assertivo será qualquer resultado empenhado mas não existe uma legislação que obrigue. Já quando entramos no campo financeiro (valores mobiliários, por exemplo – documentos com direitos e deveres que podem ser comprados e vendidos) a pergunta “Você é mesmo quem diz ser?” se torna não apenas essencial como legalmente obrigatória, existindo uma comissão que regula e valida com força de Lei esta validação, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

 

Identificar estas questões é simples, analisar o como fazer e otimizar a operação são grandes pontos para que as fraudes sejam minimizadas, não apenas para uma empresa como para o mercado de valores mobiliários como um todo.

Para regular como fazer esta validação de dados/cadastro existem as regras da CVM, que é uma autarquia vinculada ao Ministério da Fazenda do Brasil, disciplinando com Leis as regras de mercado e, como a mesma possui competência para apurar, regular e punir eventuais irregularidades neste mercado, acaba por ficar norteada esta questão.

Partindo para o ponto de otimização e melhorias de onde e como validar as informações fica o segredo e diferencial de cada empresa no segmento de valores mobiliários. Uma ferramenta que unifica todas as fontes de informações sobre seu cliente em uma única plataforma é um dos principais diferencias para a agilidade na validação, porém não a única. Podemos levantar a questão de agilidade coligada a uma boa integração entre sistemas internos e externos além de essencialmente a criação de boas regras e scores para guiar as aprovações.

 

Claramente as regras aplicadas ao material recebido formam uma parte final delicada e decisória. O quanto mais assertiva forem as prioridades e scores para cada informação validada do cliente, maior a taxa de aprovação automática dos cadastros, tornando o impacto operacional menor e a produtividade maior.
Quanto mais todos estes pontos citados estiverem coligados e conversando de forma ágil e regrada melhor será a decisão final.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin

Outros Posts

B2e Cases – TudoAzul

Hoje, iniciamos nosso novo projeto: O B2e Cases! A B2e Group é responsável pela segurança dos maiores programas de fidelidade do Brasil, protegendo companhias aéreas,

Leia mais »

Nos Envie Uma Mensagem