Antifraude nos cartões Private Label: Vale a pena investir?

O cartão private label, atualmente, é um grande destaque do mercado varejista, sendo responsável por alavancar as vendas, permitindo a conquista de novos clientes e o engajamento do consumidor com a marca. A crescente utilização de crédito como modalidade de pagamento no Brasil é um dos grandes motivos que justificam o sucesso de se ter um cartão private label. Em meio a tantas vantagens que o produto agrega ao varejo, o gestor do cartão deve estar sempre atento aos riscos envolvidos nesse negócio, e um dos riscos que podem causar consideráveis prejuízos é a fraude

Sendo assim, é certo que o mercado varejista precisa investir em alternativas que tornem a concessão do cartão e sua utilização nas compras mais segura, principalmente quando o e-commerce do seu varejo permite que o consumidor efetue a compra com o cartão private label. Reduzir a ocorrência de fraudes, potencializar as vendas e obter lucro é o objetivo do negócio.

Para entender melhor esses cenários, vale a pena conhecer um pouco mais sobre o cartão private label e entender a importância de se investir em uma ferramenta antifraude para ele.

O que é um cartão private label e quais os riscos de fraude?

O cartão private label é um tipo de cartão de crédito emitido pelo próprio varejo e, em razão de sua natureza, sua aceitação costuma ser limitada ao seu estabelecimento. Em sua maioria esses cartões não possuem uma bandeira específica. No entanto, alguns varejistas optam por associar o seu cartão a alguma bandeira, nesses casos, o que se tem são os cartões co-branded, permitindo uma maior rede de aceitação, ampliando as possibilidades para o consumidor e aumentando os riscos de fraude.

Com o avanço da tecnologia, o processo de aprovação, emissão e entrega do cartão ganhou em agilidade, tudo pode acontecer dentro do ponto de venda, permitindo ao consumidor realizar a primeira compra no ato da solicitação do cartão private label. Desta forma o processo de prevenção a fraudes ganhou ainda mais relevância, pois em caso de erro na decisão, a perda é imediata.

Os hábitos de compra dos consumidores mudaram bastante nos últimos anos, a pandemia ocasionada pelo Covid 19 acelerou ainda mais esse processo, forçando o varejista a investir nas vendas por canais digitais.

O e-commerce ganhou relevância e representatividade no faturamento do varejo físico, apresentando um crescimento recorde nesse período. Essa transformação vem trazendo ainda mais oportunidades para os varejistas que operam com o cartão private label, pois o consumidor que antes utilizava o cartão apenas na loja física, agora precisa utiliza-lo nas compras pelo e-commerce da sua loja, exigindo do varejista um olhar ainda mais atento ás ferramentas de prevenção a fraudes, pois os riscos e tipos de fraudes na venda do e-commerce são bem diferentes do perfil de fraude aplicada na concessão do cartão private label dentro da loja física.

Afinal, porque devo investir em uma ferramenta antifraude para o private label?

Os criminosos estão cada dia mais ousados e criativos, atuando diariamente para obter, ilegalmente, dados de outras pessoas com o objetivo de fazer cartões, abrir contas em bancos, realizar compras no e-commerce, fazendo com que o prejuízo seja compartilhado entre a vítima e o estabelecimento comercial.

 Sendo assim, a associação de riscos com as fraudes de identidade, a  “falsidade ideológica”, e as fraudes voltadas para o uso indevido de cartões de crédito “Chargeback” já são motivos suficientes para que os varejistas fiquem atentos a necessidade de pensar em ferramentas para minimizar os efeitos dessas ocorrências. Os prejuízos financeiros somados ao risco de imagem da instituição são o preço a se pagar, caso o varejista não priorize investimentos em prevenção de fraudes.

O que devo esperar de um sistema antifraude?

O sistema antifraude tem como principal objetivo identificar operações suspeitas e sinalizá-las sempre que preciso ao estabelecimento. A consequência de sua atuação é a redução nos “ataques” dos fraudadores profissionais, diminuição e controle das perdas financeiras e redução nas ações judiciais ocasionadas pelos reais consumidores que tiveram seus dados utilizados ilegalmente e sem seu consentimento.

Um bom sistema antifraude deve permitir a integração com diversas tecnologias, agregar flexibilidade, proporcionando ao varejista uma identificação mais assertiva das fraudes, desta forma é fundamental saber escolher o melhor e mais efetivo sistema antifraude.

Investir em um sistema antifraude que seja efetivo, cumpra seu papel e, ao mesmo tempo, não impacte negativamente nas vendas e nas conversões é algo real e efetivo. O antifraude tornou-se um grande aliado nos negócios para a administração correta do risco e das perdas. A sua importância é tão grande que, o ideal mesmo, é que toda empresa que inicie sua operação tenha a preocupação de investir em um sistema antifraude, afinal, abrir um negócio sem a atuação de uma ferramenta antifraude é o mesmo que abrir as portas para os fraudadores.

A B2e Group

A B2e Group é especialista em Prevenção a Fraudes, sendo responsável pela segurança e sucesso de vendas de mais de 70 clientes. Aumentamos as aprovações automáticas em até 300% ao mesmo tempo que garantimos a redução do Chargeback de todos os nossos clientes, além de criar uma solução customizada para cada um, baseado no mercado e nas necessidades que cada cliente informa, pois acreditamos que uma empresa não deve ter que se adequar a um antifraude, o antifraude que deve se adequar ao que vai trazer o melhor resultado para cada empresa, e é por isso que somos líderes de mercado.

Prevenção à Fraude
Prevenção à Fraude

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin

Outros Posts

B2e Cases – TudoAzul

Hoje, iniciamos nosso novo projeto: O B2e Cases! A B2e Group é responsável pela segurança dos maiores programas de fidelidade do Brasil, protegendo companhias aéreas,

Leia mais »

Nos Envie Uma Mensagem