Brasil tem 8 das 20 empresas mais inovadoras da América Latina

No estudo realizado pela Visa, em parceria com o America’s Market Intelligence, foi possível perceber que algumas características se repetiram nas empresas consideradas as mais inovadoras da América Latina. Algumas das mais recorrentes eram as parcerias com Startups, com uma média de 15 parcerias por ano, a criação de departamentos exclusivamente voltados à inovação, tendo 80% dessas empresas alocado um time inteiro exclusivamente dedicado para isso, e o uso intenso de tecnologia de ponta. Além disso, essas empresas lançam novas soluções em um prazo médio de 5 meses, contando o processo desde a ideia até o teste no mercado. Era de se esperar que essa união de fatores traria empresas de destaque, principalmente pelo foco dado à áreas de inovação.

No total, 85 empresas foram analisadas dentro dos mais variados setores, como financeiro, varejo e players de “novos ecossistemas”, termo que surgiu para definir a relação de cooperação e dependência entre cliente, fornecedor e empresa dentro do mundo corporativo. Essas empresas analisadas estavam na Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru. Desses, o Brasil foi identificado como o principal mercado, liderando a inovação na América Latina. Das 20 empresas identificadas, 8 estão aqui no Brasil. A lista ficou dessa maneira:

8 empresas no Brasil

5 empresas no México

4 empresas na Colômbia

2 empresas na Argentina

Uma empresa no Chile

Dos países que estavam sendo analisadas, o Peru foi colocado como um que ainda está em fase de adotar e se adaptar à essas novidades, como aplicativos mobile e meios digitais de pagamento.

Apesar de não ter anunciado os nomes dos top-20, os apontamentos indicam que grandes varejistas e bancos são as empresas que formam a maior parte dessa lista, o que indica que não são empresas que já nasceram no ambiente digital, o que é um fato curioso. Algo que também foi observado, dentro dessas empresas, foi o modo em como entraram nessa lista. “As varejistas estão se tornando provedores de serviços financeiros, enquanto os mercados virtuais oferecem serviços bancários e bancos usam mais plataformas abertas para facilitar pagamentos. Tudo isso em um esforço para reter clientes”, diz Vanessa Meyer, VP de Inovação da Visa na America Latina e Caribe.  

Como forma de inovação, muitas empresas têm utilizado a abertura de APIs, que são interfaces de programação que integram dois programas ou aplicativos. Em média, 141 interfaces foram criadas pelas empresas mais inovadoras nos últimos anos. A B2e Group segue a tendência dessas empresas, principalmente com o uso de biometria e abertura de APIs, com o objetivo de manter nosso padrão de estarmos sempre atualizados com as melhores tecnologias disponíveis, como é feito também nas nossas soluções, garantindo segurança e proteção aos nossos clientes e que auxiliam na prevenção à fraudes.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin

Outros Posts

Nos Envie Uma Mensagem