Ecommerce: qual a melhor forma de pagamento? – Por Thiago Fernandes

Para começar esse artigo, é importante frisar um primeiro detalhe: Se você trabalha/ é proprietário de um E-commerce, sabe que nos últimos anos esse foi um setor que apresentou resultados incríveis porque uniu duas grandes variáveis na vida de um consumidor: A primeira é a necessidade de consumo, que envolve compras dos produtos mais variados, indo de uma simples peça de roupa até produtos mais complexos como aparelhos eletrônicos e automóveis. A 2a variável é o desejo de conforto, onde cada vez mais os consumidores buscam formas mais simples de realizar suas atividades, e compras não fogem disso. Ao unir ambos, você permitiu uma melhora na vida de quem precisaria sair de casa, possivelmente pegar trânsito para descobrir se teria em estoque o produto que busca e, caso negativo, ter que voltar para casa frustrado por não ter conseguido o que queria. Oferecer o conforto de comprar de casa, com segurança na hora de comprar e receber os produtos, uma entrega ágil e uma possibilidade de criar “combos” de produtos que aparecem na tela, evitando o desconforto que algumas pessoas têm de ficar ouvindo as sugestões de vendedores, porém oferecendo as mesmas, são benefícios que fizeram com que a compra online fosse cada vez mais considerada e mais utilizada. E com mais gente comprando, começa a surgir uma dúvida comum: “Devo colocar mais opções de pagamento? Os que uso atualmente são os melhores?”. 

Se o seu negócio está dando certo, você já tem uma variedade de clientes que possuem suas próprias preferências na hora de realizar pagamentos. Tem gente que prefere usar o boleto, algumas pessoas já estão tentando utilizar as Bitcoins para realizar transações mais comuns, então cabe a você conseguir oferecer essa mesma pluralidade de formas de pagamento. E uma sugestão simples é a de tentar oferecer um balanço entre “todas as formas de pagamento possíveis” com “todas as formas de pagamento que fazem sentido para o seu negócio”, assim você consegue englobar uma boa variedade de clientes que não desistem da compra por não conseguirem pagar, perdendo o cliente na única fase em que não deveria. 

Dito isso, vamos aos métodos de pagamentos que podem ser interessantes para sua empresa!

Boleto Bancário

Sendo a segunda forma de pagamento mais utilizada pelos brasileiros, o boleto bancário é um meio prático para quem quer fazer pagamentos à vista e realizar os mesmos em locais como casas lotéricas, por exemplo. Uma das principais vantagens do boleto bancário é que, ao receber um pagamento nesse método, o dinheiro chegará na sua conta em poucos dias úteis, facilitando a vida de quem está começando uma Start Up e precisa de dinheiro rápido para realizar os investimentos/ arcar com alguns pagamentos. 

Mas claro, nem tudo são flores. O grande problema de compras por boleto bancário é a situação seguinte: Seu cliente gosta do produto, ou resolve na hora que quer comprar. Com isso, ele gera o boleto e separa para pagamento, mas acaba esquecendo de ir pagar, ou perde o interesse (comum em compras de impulso). Isso faz com que a sua venda mude a classificação de “pendente pagamento” para “cancelada”, e se você estivesse contando com esse dinheiro, pode ser uma péssima situação para o seu negócio. 

Cartão de Crédito

Essa é a principal forma de pagamento que você vai querer ter no seu negócio. É o método mais utilizado e mais amado pelos brasileiros, tendo uma média de mais da metade dos pedidos sendo pagos por cartão de crédito. O motivo é, principalmente, a vantagem de poder parcelar a compra, acompanhado de uma aprovação imediata e entrega mais rápida. Dentro dessa aprovação imediata encontramos um outro benefício de ter o cartão como método de pagamento no seu e-commerce, já que ter uma aprovação imediata possibilita uma maior quantidade de compras por impulso.  

A maior desvantagem do cartão de crédito é que ele acaba sendo o maior alvo das tentativas de fraude, por não precisar do cartão físico para realizar a compra, apenas alguns detalhes. Mas você não deve deixar isso te assustar, porque existem opções de empresa que trabalham com serviço antifraude e dedicam seus esforços para garantir que você possa vender sem maiores preocupações. É melhor contratar um serviço desses do que perder 62% de possíveis vendas por não aceitar esse meio de pagamento, correto? 

Transferência Bancária 

Opções que oferecem comodidade, como já foi mencionado anteriormente, costumam ganhar a atenção dos clientes. Quando dentro da comodidade temos opções que oferecem mais tranquilidade ainda, não é de se estranhar que essa forma teria uma grande aceitação do público, sendo cada vez mais procurada. Essa comodidade vem do fato de que apenas com um clique você já resolve esse pagamento, dentro de um aplicativo. Mas o peso negativo é que, se o cliente se incomodar com o fato de que pode haver uma despesa pela transferência de um banco para o outro, ai esse meio de pagamento pode acabar tendo uma rejeição maior do que o esperado. Entre as opções dadas até agora, essa deveria entrar no seu negócio apenas se fizer sentido no mercado em que você atua, visto que não traz benefícios de peso como o cartão de crédito e o boleto. 

Bitcoin

Essa é a moeda do momento. Veio como uma tsunami no mercado financeiro, tendo uma valorização fantástica. Mas agora, que deu uma estagnada, perdeu um pouco do brilho e da mídia que havia recebido. Se no seu mercado faz sentido atrair consumidores que sejam Millennials, viciados no mercado financeiro e tecnológico, entusiastas de novidades e afins, pode ser uma boa colocar essa opção no seu negócio. Mas reforçando que apenas se seu público indicar que são usuários desse meio de pagamento, o que entra em “todas as formas de pagamento que fazem sentido para o seu negócio”. Além disso, possuem aprovação bastante rápida e o dinheiro é entregue em algumas poucas horas, sendo um ponto interessante para sua empresa. Agora, apostar em manter uma moeda que pode passar a valer menos da metade de seu valor por ser um modelo de pagamento extremamente volátil já se mostra como uma aposta que nem todos podem ter interesse, sendo um método de risco. 

Conclusão 

Esse artigo serve para te mostrar que o melhor meio de pagamento para o meu negócio pode não ser para sua empresa. Para entender qual meio de pagamento se encaixa melhor ao seu negócio, você precisa estudar não só os produtos que serão vendidos e o setor referente, mas também os seus consumidores e os hábitos de consumo deles. São pessoas interessadas em mercado financeiro e investimentos de riscos? Preferem comodidade? Seu produto costuma ser adquirido por impulso dos clientes, ou é o tipo de compra planejada, que precisa de estudo por parte dos consumidores e eles só realizam o pagamento quando tem 100% de certeza de que querem aquele produto daquela mesma empresa? Você tem disponibilidade de liberar várias formas de pagamento? Abrir mão de aceitar cartão de crédito, que representa mais da metade dos consumidores de E-commerce, vale a pena no seu caso? Sabendo responder algumas perguntas sobre o que você está vendendo, a resposta acabará chegando e você evitará perder vendas importantes.

Thiago Fernandes é Gerente de Vendas na B2e Group.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin

Outros Posts

B2e Cases – TudoAzul

Hoje, iniciamos nosso novo projeto: O B2e Cases! A B2e Group é responsável pela segurança dos maiores programas de fidelidade do Brasil, protegendo companhias aéreas,

Leia mais »

Nos Envie Uma Mensagem