Prevenção a Fraudes para Agências de Turismo, OTAs, Operadoras e Consolidadoras. Não fique sem segurança!

Há tempos a defesa “ assinatura em arquivo” não protegem as Agências, Operadoras e Consolidadoras das perdas oriundas de  fraudes com cartões de crédito realizadas em maquinetas próprias ou nas maquinetas das Cias Aéreas.  O repasse da perda financeira é inevitável. Além disso, existe  exposição a fraudes também na modalidade  de emissões faturadas, onde os  cybercriminosos de posse  do usuário e senha do agente de turismo consegue efetuar emissões diretamente nas aéreas. Estas fraudes geralmente são pontuais, porém quando acontece, a quantidade de emissões e  os valores envolvidos são relevantes a ponto de gerar grande impacto na saúde financeira da empresa.

 

Partindo da premissa que  que a fraude sempre migra de canais mais seguros para canais menos seguros, e que as Cias Aéreas tem aumentado o investimento em segurança em seus canais de venda própria, é fundamental que o segmento de Turismo se proteja e adote estratégias de Prevenção a Fraudes.

 

Recentemente a IATA determinou que a partir do dia 1º de junho de 2017,  as agências filiadas a ela se adaptem  a certificação PCI. Esta  mudança  que vem causando grande apreensão ao mercado face a relevante alteração sistêmica que a certificação imputa as empresas certificadas. Esta determinação justamente vêm de encontro aos altos percentuais de fraude do segmento e a grande exposição de dados de cartão de crédito .

 

Mas a certificação PCI resolve o problema?

 

Ajuda a impedir a proliferação de dados de cartões no mercado, porém está longe de ser a solução dos problemas de fraudes. Mesmo com a certificação,  as agências continuam expostas  e precisam adotar ferramentas anti-fraude para mitigar o risco de não submeter as  Cias Aéreas operações fraudulentas.  Seja através de  ferramentas baseadas em regras e  estatística ou adoção de segundo fator de autenticação, é latente a necessidade do segmento de turismo se adaptar a esta nova realidade.

 

Quer saber mais sobre  como resolver este problema?

 

Entre em contato com a B2e que teremos prazer em ajuda-lo…

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin

Outros Posts

B2e Cases – TudoAzul

Hoje, iniciamos nosso novo projeto: O B2e Cases! A B2e Group é responsável pela segurança dos maiores programas de fidelidade do Brasil, protegendo companhias aéreas,

Leia mais »

Nos Envie Uma Mensagem