Por que é difícil punir um Cyber fraudador? Leia e entenda!

images

 

Por que é tão difícil punir um cyber fraudador?

 

 

Quando falamos em fraude no E-Commerce, logo pensamos no mais óbvio – foi cometido um crime. Por que então é tão difícil punir esse criminoso, mesmo com tantas provas do delito cometido?

A pergunta é fácil, mas a resposta nem tanto assim. Podemos entender melhor se começarmos a explanar o conceito de “ Fraude no cartão de crédito “; qual foi  o crime cometido? Foi roubo do cartão? Uso indevido em compras on-line? Falsificação do plástico? Invasão de conta bancária? Enfim, podemos dizer que temos aqui algumas situações em que se encontram a fraude no cartão de crédito, e é ai que entra a interpretação também quando é cometido a fraude no E-Commerce.

 

 

 

A pena pela fraude, vai depender da natureza do crime cometido pelo o cyber fraudador – mas como provar de que forma ele veio a fazer a fraude, ou seja; qual o caminho percorrido para que ele tenha efetuado a fraude. E é no mundo virtual que isso começa a complicar.

 

Com o crescimento tecnológico, os delitos em relação a fraude virtual também aumentaram, isso é um fato! E é fato também que as compras virtuais é algo novo dentro da internet. Então por que não temos também novas leis? Quem são os responsáveis no caso das fraudes no E-Commerce? O banco, a loja, o cliente? Se levarmos em consideração o código civil, o banco teria que se responsabilizar pela fraude no cartão de crédito. Mas como se elas não sabem quem esta fazendo a compra? Lembra-se: Estamos falando do mundo on-line, onde não se sabe realmente quem esta do outro lado do computador.

 

Então dessa forma, depois de muito vai e vem a responsabilidade passou a ser do lojista. Então imaginamos que na melhor das hipóteses você conseguiu provar tudo, e quer punir o fraudador que deixou um prejuízo pra você de R$ 200,00. Já imaginou quanto isso custaria pra você? Quantos processos teria que abrir para cada fraudador diferente? O tempo que isso levaria?

 

Foi através dessas “ brechas “ ou a não atualização nas leis, que surgiram empresas especializadas para minimizar seus prejuízos, e de uma certa forma também trazer segurança ao usuário. Hoje essa é a melhor forma de se proteger contra esse crime, que como se sabe não se tem uma lei e muito menos uma punição a esses cyber criminosos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe:

Outros Posts

Pedidos rejeitados indevidamente

Pedidos rejeitados indevidamente são aqueles cujo cliente, que teve o pedido rejeitado, mantem histórico positivo no mercado após ter sido rejeitado em sua empresa. Frequentemente

Leia mais »