Deficiências na Concessão de Crédito.

cifrao

Deficiências na Concessão de Crédito, podem gerar problemas na hora de receber.

 

Muitas vezes, credita-se a atividade de cobrança o desafio do controle da inadimplência. Naturalmente azeitar e fortalecer  o processo de cobrança colabora com o aumento na recuperação de recebíveis; porém há de se avaliar outros pontos muito  importantes. Chamamos atenção para:

 

  • Política de Crédito –  regras fundamentais que direcionam o quanto a empresa aceita se expor ao risco. Exemplos: Idade acima de x, entrada de y, CPF Ativo, renda comprovada (  ou não), etc..

 

  • Creditscoring  – a própria base de relacionamento da empresa proporciona informações valiosas capazes de mapear o perfil do cliente propenso a ser inadimplente. Estudar a própria base e estruturar um creditscoring é uma ação muito poderosa para reduzir a inadimplência.

 

  • O Fluxo de Crédito–  é a sequência ( manual ou automática) de consultas e procedimentos condicionais necessárias para atender a política de crédito. Exemplos: se CPF inativo =  recusa, se score alto risco = recusa, se cnae igual a X  aprova-se, se comprometimento mensal da parcela versus renda é acima de y = solicita entrada, etc.

 

  • Regras e alertas  anti-fraude–  Pontos importantes julgamentais que determinam se uma proposta será aprovada ou recusada. Exemplos: endereço confere com o bureau cadastral, quantas propostas  com o mesmo endereço, telefone ou  e-mail já existem  na base,  cliente declara imposto de renda,etc.

 

Ferramentas de automatização padronizam as decisões, reduzem custo operacional e auxiliam o gestor e o  analista a tratar as situações  de forma assertiva e segura.

 

Fica a dica,   para minimizar os problemas na hora de receber, comece por uma boa concessão de crédito.

  • Contribuição de conteúdo por: Renato Magalhães- Diretor Comercial.

 [:en]cifrao

Deficiências na Concessão de Crédito, podem gerar problemas na hora de receber.

 

Muitas vezes, credita-se a atividade de cobrança o desafio do controle da inadimplência. Naturalmente azeitar e fortalecer  o processo de cobrança colabora com o aumento na recuperação de recebíveis; porém há de se avaliar outros pontos muito  importantes. Chamamos atenção para:

 

  • Política de Crédito –  regras fundamentais que direcionam o quanto a empresa aceita se expor ao risco. Exemplos: Idade acima de x, entrada de y, CPF Ativo, renda comprovada (  ou não), etc..

 

  • Creditscoring  – a própria base de relacionamento da empresa proporciona informações valiosas capazes de mapear o perfil do cliente propenso a ser inadimplente. Estudar a própria base e estruturar um creditscoring é uma ação muito poderosa para reduzir a inadimplência.

 

  • O Fluxo de Crédito–  é a sequência ( manual ou automática) de consultas e procedimentos condicionais necessárias para atender a política de crédito. Exemplos: se CPF inativo =  recusa, se score alto risco = recusa, se cnae igual a X  aprova-se, se comprometimento mensal da parcela versus renda é acima de y = solicita entrada, etc.

 

  • Regras e alertas  anti-fraude–  Pontos importantes julgamentais que determinam se uma proposta será aprovada ou recusada. Exemplos: endereço confere com o bureau cadastral, quantas propostas  com o mesmo endereço, telefone ou  e-mail já existem  na base,  cliente declara imposto de renda,etc.

 

Ferramentas de automatização padronizam as decisões, reduzem custo operacional e auxiliam o gestor e o  analista a tratar as situações  de forma assertiva e segura.

 

Fica a dica,   para minimizar os problemas na hora de receber, comece por uma boa concessão de crédito.

  • Contribuição de conteúdo por: Renato Magalhães- Diretor Comercial.

 [:es]cifrao

Deficiências na Concessão de Crédito, podem gerar problemas na hora de receber.

 

Muitas vezes, credita-se a atividade de cobrança o desafio do controle da inadimplência. Naturalmente azeitar e fortalecer  o processo de cobrança colabora com o aumento na recuperação de recebíveis; porém há de se avaliar outros pontos muito  importantes. Chamamos atenção para:

 

  • Política de Crédito –  regras fundamentais que direcionam o quanto a empresa aceita se expor ao risco. Exemplos: Idade acima de x, entrada de y, CPF Ativo, renda comprovada (  ou não), etc..

 

  • Creditscoring  – a própria base de relacionamento da empresa proporciona informações valiosas capazes de mapear o perfil do cliente propenso a ser inadimplente. Estudar a própria base e estruturar um creditscoring é uma ação muito poderosa para reduzir a inadimplência.

 

  • O Fluxo de Crédito–  é a sequência ( manual ou automática) de consultas e procedimentos condicionais necessárias para atender a política de crédito. Exemplos: se CPF inativo =  recusa, se score alto risco = recusa, se cnae igual a X  aprova-se, se comprometimento mensal da parcela versus renda é acima de y = solicita entrada, etc.

 

  • Regras e alertas  anti-fraude–  Pontos importantes julgamentais que determinam se uma proposta será aprovada ou recusada. Exemplos: endereço confere com o bureau cadastral, quantas propostas  com o mesmo endereço, telefone ou  e-mail já existem  na base,  cliente declara imposto de renda,etc.

 

Ferramentas de automatização padronizam as decisões, reduzem custo operacional e auxiliam o gestor e o  analista a tratar as situações  de forma assertiva e segura.

 

Fica a dica,   para minimizar os problemas na hora de receber, comece por uma boa concessão de crédito.

  • Contribuição de conteúdo por: Renato Magalhães- Diretor Comercial.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe:

Outros Posts

Pedidos rejeitados indevidamente

Pedidos rejeitados indevidamente são aqueles cujo cliente, que teve o pedido rejeitado, mantem histórico positivo no mercado após ter sido rejeitado em sua empresa. Frequentemente

Leia mais »
Onde Estamos

Alameda Rio Negro, 500 – Torre B 17o Andar Alphaville Industrial
Barueri, SP – CEP: 06454-000

B2E SISTEMAS LTDA
CNPJ: 14.570.225/0001-98

@Copyright B2e Group – 2022