Importante! Fraudador não age sozinho.

fraudes-e1507229573411

Hoje com pessoas cada dia mais conectadas a internet, é certo dizer que as compras feitas no E-Commerce tendem a ter um crescimento natural. Apesar da crise no ano de 2017, uma pesquisa aponta que 43% dos e-consumidores adquiriram mais de um produto nas lojas virtuais. Para termos uma ideia, o Brasil é o quarto país com maior número de pessoas com a acesso a internet (120 milhões), fica atrás apenas dos Estados Unidos (242 milhões), Índia (333 milhões) e China (705 milhões). Depois do Brasil, aparecem Japão (118 milhões), Rússia (104 milhões), Nigéria (87 milhões), Alemanha (72 milhões), México (72 milhões) e Reino Unido (59 milhões).

Com o aumento dos acessos e maior poder de compra, a exposição a ataque de fraudadores também pode ser um problema. Mas mesmo com esse cenário, foi observado uma queda em relação a 2016, ficando  por volta de 4% dos pedidos entrantes no E-Commerce em 2017.

O que muitos não sabem é que a maior parte dos fraudadores não agem sozinhos. Muitas vezes temos a percepção de uma pessoa sentada atrás de um computador, com alguns documentos e cartões nas mãos e algumas lojas virtuais a serem fraudadas! Em parte é verdade, mas na maioria das vezes esse fraudador esta conectado com uma rede muito maior, onde se comunicam em grupos secretos em redes sociais, e em aplicativos de conversa instantânea. Trocam informações sobre a facilidade ou dificuldade em se fazer a fraude em determinada loja, e o mais incrível de tudo – questionam qual o antifraude esta sendo utilizado quando as compras não são autorizadas por suspeita de fraude.

Trabalhei como analista antifraude, e posso dizer que foi uma boa escola para entender o comportamento dos fraudadores. Um deles me lembro bem! Entrei em contato para fazer algumas confirmações, e se não fosse pela minha experiência e um sistema de análise efetivo, talvez eu nunca soubesse que tratava-se de uma fraude. Ao ligar fui atendido pela recepcionista da empresa, onde me passou no ramal do cliente que havia feito a compra. Dias depois ficamos sabendo que tratava-se de uma garagem, com um telefone e vários ramais interligado em ouras Cidades.

O fraudador é muito mais ligado em tecnologia, e o que acontece a sua volta do que podemos imaginar.

E lembra-se: na maioria das vezes ele nunca está sozinho.

Por: Danilo de Camargo/ Marketing B2e Group.

Compartilhe:

Outros Posts

Pedidos rejeitados indevidamente

Pedidos rejeitados indevidamente são aqueles cujo cliente, que teve o pedido rejeitado, mantem histórico positivo no mercado após ter sido rejeitado em sua empresa. Frequentemente

Leia mais »